Início do Conteúdo

Infraestrutura

Infraestrutura do ittPerformance

Crédito: Rafael Casagrande

O instituto conta com dois prédios de laboratório e um administrativo, com área total de aproximadamente 1800 m², possibilitando a operação de três laboratórios, sendo estes: Laboratório de Segurança Estrutural (LaSE), Laboratório de Segurança Contra Incêndio (LSCI) e Laboratório de Acústica, Vibrações, Iluminação e Térmico (LAVIT) –, além das áreas de expedição, sala para controle e análise de resultados, recepção e escritórios, contando com recursos humanos tecnicamente qualificados para atendimento da cadeia produtiva da construção civil.

Laboratório de Segurança Estrutural (LaSE)

O LaSE divide-se entre as áreas de durabilidade, resistência mecânica e estanqueidade.

Em relação à durabilidade, o espaço conta com área de laboratório específica do próprio itt Performance, além de uso conjunto da infraestrutura do itt Fuse, para a realização de ensaios e averiguação de confiabilidade nos componentes estruturais, por meio de ensaios de aceleração de corrosão em ambiente salino; em ambiente de simulação solar com o uso de lâmpadas fluorescentes UV; câmara de carbonatação; corrosão acelerada de armaduras e elementos metálicos; ensaios cíclicos de gelo e degelo. Ainda, o LaSE possui infraestrutura para realização de controle tecnológico do concreto, contando com equipamentos universais, prensas altamente tecnológicas, equipamentos para determinação de propriedades específica de matrizes cimentícias endurecidas, sala de cura normalizada com temperatura e umidade controlada. Além desses, há flexibilidade de instrumentar outros ensaios no laboratório, onde o escopo também contempla a verificação e análises das propriedades mecânicas de dispositivos metálicas, barras de aço, madeira, polímeros e outros ensaios específicos.

No que tange à resistência mecânica, o laboratório é equipado com instrumentos de medição de resistência, identificação, deformação e deslocamento provenientes de impacto de corpo mole e corpo duro sobre elementos estruturais/vedação ou de cobertura; ensaios de guarda corpo para edificações; equipamentos para verificar resistência de pisos a cargas verticais concentradas, resistência a produtos químicos e ao caminhamento. Também são realizados ensaios mecânicos em sistemas construtivos (tubos de concreto, alvenarias, lajes steel deck, painéis, entre outros), por meio de pórticos e laje de reação com capacidade resistiva de até 200 toneladas. Também é escopo do laboratório analisar e constar o comportamento mecânico de sistemas de proteção de periferia, como as redes e guarda-corpos deslizantes, conforme normas nacionais e internacionais.

A área voltada à estanqueidade conta com equipamentos de alta precisão para realização de ensaios de estanqueidade em esquadrias expostas às condições simultâneas de água e vento; testes de estanqueidade de sistemas de parede cega e de cobertura; verificação de impermeabilidade de telhados e itens de vedação e testes em tubulações de esgoto sanitário e pluvial, avaliando a sua resistência.

 

Laboratório de Segurança Contra Incêndio (LSCI)

Compreende as áreas de reação ao fogo e resistência ao fogo, com diversos equipamentos e métodos de ensaio.

Em relação à resistência ao fogo, o laboratório está equipado com Forno Vertical para ensaios de Resistência ao Fogo em escala real de Sistemas Verticais Estruturais e de Vedação e Portas Corta-Fogo, com a possiblidade de ensaiar pilares com uma face exposta ao fogo, embutido em paredes, sistemas de proteção passiva (tintas retardadoras de chamas, selagem corta fogo, entre outros. Além disso, o laboratório possui o único forno horizontal em operação no Brasil, para ensaio de resistência ao fogo de sistemas horizontais, podendo ser lajes, vigas e coberturas, de acordo com a ABNT NBR 5628:2001 e ISO 834. Ambos os fornos são automatizados, contando com sistemas com medidores de pressão, controle de temperatura e sistema para extração dos dados do ensaio, com capacidade para realizar os ensaios em temperatura de até 1300ºC.

Na área de reação ao fogo, trabalhando no controle de materiais de acabamento e revestimento, o laboratório conta com equipamento para ensaio de ignitabilidade ISO 11925, denominado “Single Flame Source Test”; forno para o ensaio de não combustibilidade ISO 1182; equipamento para o ensaio “Single Burn Item” – SBI EN 13823-1; painel radiante para a determinação do fluxo radiante crítico dos revestimentos de pisos NBR 8660 e de parede NBR 9442, além do método da câmara de densidade óptica de fumaça ASTM E662.

Além disso, o laboratório também conta com uma área de simulação computacional, que possibilita a otimização arquitetônica ao incêndio, dimensionamentos de saídas de emergência, rotas de evacuação, análise estrutural em altas temperaturas, análise de risco de incêndio para a segurança contra incêndio das edificações. Nesta área também são desenvolvidos trabalhos de recuperação estrutural de edifícios comprometidos por incêndio, com a utilização da análise microestrutural das transformações físico-químicas de materiais e sistemas submetidos às altas temperaturas.

 

Laboratório de Acústica, Vibrações, Iluminação e Térmico (LAVIT)

O LAVIT é equipado de forma a realizar ensaios em campo, em laboratório e computacionais, seguindo as normas nacionais e internacionais vigentes.

No que tange a área de acústica, a infraestrutura para ensaios em laboratório conta com três conjuntos de câmaras reverberantes que possibilitam ensaios de diversos componentes e sistemas construtivos. A câmara reverberante de ensaios para caracterização da absorção sonora possibilita testes em ampla gama de materiais, como forros, mantas, cadeiras, poltronas, revestimentos e painéis utilizados no condicionamento acústico de ambientes como teatros, auditórios e salas de reuniões. As câmaras reverberantes horizontais possibilitam a determinação do índice de redução sonora de sistemas de vedações verticais ou elementos construtivos isolados, como portas e janelas em diferentes combinações com outros tipos de fechamentos. Na câmara reverberante vertical são realizadas as caracterizações de lajes e sistemas de piso quanto aos sons aéreos e de impacto, com a possibilidade de instalação de sistemas de pisos pré-fabricados com a troca completa da laje. Ainda, o laboratório está equipado para simulações computacionais de acústica, através dos softwares COMSOL Multiphysics® e CadnaA.

Na área de vibrações, a infraestrutura conta com equipamentos para ensaios de fluência à compressão e rigidez dinâmica pelo método de varredura de sinais ou de impacto impulsivo, para caracterização de materiais resilientes empregados em sistemas de piso. Em relação à área de iluminação, o laboratório está equipado para análises computacionais de desempenho lumínico dos ambientes, conforme a NBR 15575:2013, com o emprego dos softwares DIALux evo e Relux®, bem como possui equipamentos para a medição do Fator de Luz Diurna e iluminação artificial em ambientes internos.

Na área de desempenho térmico, tem-se equipamentos para medição de condutividade térmica e calor específico de materiais construtivos. Ainda, o laboratório está equipado para análises e avaliações de desempenho térmico por simulação computacional conforme NBR 15575:2013, contando com os softwares EnergyPlus™ e WUFI®, e desempenho térmico de esquadrias, com os softwares THERM, WINDOW e Optics.