Um projeto inovador que reutiliza o material plástico, reduz o desperdício de grãos e permite que todo o produtor estoque a produção, gerando o aumento de renda e qualidade de vida.

 

img-pao

O déficit de armazenagem de cereais e rações do país é uma grande preocupação para os produtores rurais. Movido por esse desafio, Manolo Machado, estudante de Processos Gerenciais, teve a ideia de desenvolver um sistema de armazenamento, a partir de matérias primas recicladas. O Silo Verde é um formato inovador, prático, sustentável e de baixo custo, focado em atender as demandas dos pequenos e médios produtores, aumentando a rentabilidade no agrobusiness.

O material utilizado no silo deveria ser resistente, durável e que permitisse o reprocesso para a aplicação necessária. Depois de muita pesquisa, ele chegou à melhor maneira de desenvolver o produto. “O material pet, um problema em nossos rios e ruas, que será uma solução para dois grandes desafios da sociedade – a poluição e o armazenamento de grãos”, explica Manolo.

O Silo Verde ainda está incubado no Tecnosinos, parque tecnológico da Unisinos, localizado em São Leopoldo/RS, que tem como objetivo criar o ambiente necessário para a implantação de empresas e é referência no setor. O reconhecimento ao projeto já veio: o Silo Verde recebeu o recebeu o Prêmio Roser de 2014 – uma iniciativa da Unisinos e do Tecnosinos em parceria com a Prefeitura de São Leopoldo, que apoia soluções inovadoras para os problemas do município, que possam se tonar negócios reais. Essa iniciativa, que é boa para o meio ambiente e para a economia rural, é uma porta que se abre ao futuro do agronegócio. Mais uma Idea para o amanhã. Hoje, na Unisinos.

silos