Realizou-se na Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Auditório Central, dias 8 e 9 de outubro, o XII Fórum Permanente Indicadores de Qualidade e Gestão Democrática debatendo as interelações entre a pesquisa, a gestão da educação e o Plano Nacional de Educação 2014 – 2024, Lei no. 13.005/2014.

A discussão da educação no Brasil vem envolvendo toda a sociedade, mobilizando inúmeros grupos de pesquisa interessados em compreender os mecanismos de avaliação, qualidade do ensino, processos de regulação e planejamento educacional.

O projeto “Indicadores de Qualidade e Gestão Democrática”, realizado no período 2011 – 2014, organiza-se na forma de rede da qual participam pesquisadores de Programas de Pós-Graduação de cinco Universidades quais sejam UNESP/Marília, UNIOESTE/Foz do Iguaçú, UPF e URI além da Unisinos onde se situa sua coordenação. Por quatro anos a pesquisa inspirou a todos que somam mais de 100 pessoas nesta rede de compartilhamento, descoberta, estudo e debates. Uma rede que se envolve com a produção do conhecimento e com a formação de pesquisadores agrupando alunos de graduação, professores de educação básica, mestrandos, doutorandos, pós-doutorandos e outros professores colaboradores.

 

Entendendo a relevância de realizar pesquisa na interlocução entre as Universidades e com os sistemas de ensino, os colegiados e as direções de escola, os professores e o conjunto de membros das comunidades escolares, o Projeto “Indicadores de Qualidade e Gestão Democrática” traçou e cumpriu, desde o seu início em 2011, o compromisso de realizar momentos abertos de debate aos quais chamou de Fórum Permanente.

 

Nos dias 8 e 9 de outubro de 2014, o XII Fórum Permanente constituiu-se em atividade de culminância deste projeto, atendendo aos seguintes objetivos:

         Integrar e ampliar as redes de pesquisa entre a graduação e os programas de Pós-Graduação assim como aproximar e fortalecer o diálogo entre pesquisadores, gestores de sistema/unidade escolares em busca de uma educação de melhor qualidade

         Debater achados de pesquisa juntamente com docentes, gestores de sistemas e equipes diretivas de escolas públicas fortalecendo os vínculos entre a pós-graduação e as redes, entre pesquisa e prática educacional.

         Discutir o Plano Nacional de Educação em suas implicações na gestão, na qualificação da educação e na pesquisa.

 

O evento teve a participação de 300 pessoas entre coordenadores de curso de licenciatura da UNISINOS, alunos da Graduação e pós-graduação, secretários municipais de educação, membros de Fóruns Municipais de Educação, Conselhos Municipais de Educação e Conselhos Escolares, representantes de Coordenadorias Regionais de Educação, Diretores de Escola, Supervisores, professores e pais, com presença de escolas públicas municipais, estaduais e estabelecimentos privados. Estiveram representados 22 municípios dentre: Nova Petrópolis, Dois Irmãos, Capela Santana, Linha Nova, Porto Alegre, Sapucaia do Sul, Esteio, Campo Bom, Passo Fundo, Três Coroas, Carazinho, Portão, Picada Café, Triunfo, Novo Hamburgo, Frederico Westphalen, Gravataí, Canoas, São Leopoldo, Marilia/SP, Pompéia/SP, Foz do Iguaçu/PR. No evento foram debatidos temas como financiamento da educação, gestão educacional, valorização do professor, influência de organismos internacionais, evasão escolar, qualidade da educação, indicadores educacionais e planos de educação. A conferencia de abertura sobre o Plano Nacional de Educação e a qualidade da educação foi proferida por Paulo Egon Wiederkehr seguida da intervenção de Ricardo Falzetta discutindo as expectativas e ações de acompanhamento do PNE. Foram realizados quatro painéis com a presença dos professores Dra. Berenice Corsetti, Dra. Rosangela Fritsch, Dra Rosimar Esquinsani, Dra. Edite Sudbrack, Dra. Graziela Abdian, Dr. João Jorge Correa e Dra. Flavia Werle. O evento foi encerrado com uma mesa redonda com a participação do Secretário Municipal de Educação de São Leopoldo e com os representantes dos secretários de educação dos municípios de Marília/SP e Passo Fundo/RS.

O sucesso do XII Fórum deveu-se à dedicação, empenho e contribuição de muitas pessoas e à colaboração de várias entidades às quais agradecemos. Apoiaram este evento o SICREDI, as Escolas Públicas Estaduais de São Leopoldo Olindo Flores, Polisinos e Caíque Madezatti, a EMEI Meu Cantinho/NH, as doceiras Teresinha, Tatiane e Lourdes/NH, a Fábrica de Doces Tutti Frutti de Caxias do Sul, a Secretaria Municipal de Educação de São Leopoldo, a SEMAE/SL, e vários setores da UNISINOS, incluindo a TV Unisinos, a equipe do IHU, o Curso de Pedagogia da UNISINOS, o Mestrado Profissional em Gestão Educacional, o Programa de Pós-Graduação em Educação da UNISINOS, graduandos, mestrandos, doutorandos e pós-doutorandos vinculados ao núcleo em rede Indicadores de Qualidade e Gestão Democrática e ao Observatório de Educação Inep/Capes.

O evento se constituiu num momento privilegiado de socialização da pesquisa promovendo debates com os educadores que acederam ao convite que os membros deste projeto lhes fizeram. Assim todos os Programas de Pós-Graduação envolvidos neste núcleo em rede de alguma maneira declararam que pesquisa se faz em coletivo, que pesquisa se faz no diálogo com as redes de ensino, assim como pesquisa se faz participando de eventos científicos, publicando artigos e livros.

DSC07905

Deixe uma resposta