No dia 25 de janeiro de 1959, festa litúrgica da conversão de São Paulo, o papa João XXIII, surpreendemente, convocava o Concílio Vaticano II que teria início no dia 11 de outubro de 1962. Ele foi encerrado, por Paulo VI, no dia 08 de dezembro de 1965.

Dois artigos, Vaticano II: A revolução de um papa agricultor e Quem ainda tem medo do Concílio? publicados hoje nas Notícias do Dia lembram a importância da data.

O Concílio não foi aceito por todos. Marcel Lefebvre, bispo francês, fundou uma dissidência na Igreja chegando a ordenar quatro bispos. Foram excomungados pela Santa Sé. Hoje, um dia antes dos 50 anos do Concílio, a excomunhão foi levantada. Qual é o seu significado?

Enquanto isso, prossegue o processo contra John Haight, jesuita americano…

Deixe uma resposta