.
Um movimento contra a PEC 215, a demarcação das terras indígenas e a urgência nos julgamentos se formou para juntar assinaturas em uma petição. Visto que devemos valorizar os povos e as tradições indígenas no nosso país, estamos participando da campanha, além de realizar entrevistas e postas notícias diárias em nosso sítio para elevar a importância do tema.
.
Publicada semana passada, a portaria 303 da Advocacia Geral da União – AGU orienta os “órgãos da União a agir de forma inconstitucional, de forma a diminuir os direitos fundamentais dos povos indígenas. Ela passa a orientar uma ação ilegal do próprio Estado”, avalia Raul do Valle. Os números são estarrecedores. A violência contra os povos indígenas, são indícios de um processo de guerra, de genocídio que continua decretando a morte de inúmeros indígenas de norte a sul do país, da terra dos Makuxi, Wapichana e Ingarikó em Roraima aos Kaingang, Guarani e Charrua no Rio Grande do Sul.
.
Em defesa dos povos indígenas, se você também concorda com a campanha, complete o formulário. Assim estará assinando a petição que será enviada para o Supremo Tribunal Federal, Presidência da República, Senado e Câmara Federal. Também pode repassar para seus contatos.
.
Por Luana Taís Nyland

Deixe uma resposta