Protestos ocorridos no Brasil em 2013 e o movimento Occupy Wall Street em 2011, foram temas de uma pesquisa feita pela professora Carla Mendonça, que esteve presente no IHU Ideias do dia 23-04-2015 abrindo um debate sobre jovens, novas mídias e o compartilhamento de protocolos de comunicação na sociedade em rede.

Foto: Nahiene Alves

Com base na teoria weberiana, o objetivo da pesquisa de Carla foi entender o engajamento político dos jovens nos movimentos mencionados. “O engajamento dos jovens é uma questão histórica. (…) A ação é o uso de qualquer tecnologia, com o propósito de ampliar o engajamento cívico, a participação pública e os elos da ação, que como diria Weber, são as atitudes dessa ação, que possibilitam a troca de informação significativa, promovem a conectividade social e constroem perspectivas críticas”, comenta.

A professora focou sua análise nos Estados Unidos e no Brasil, considerando o contexto em que os jovens viviam. E como fonte escolheu empregar apenas a plataforma Tumblr, segundo ela, por permitir interação dos leitores. “Porque os blogs funcionam em rede; com as hashtags fica mais fácil de achar o que procuramos”.

Fonte: www.em.com.br

Carla conclui dizendo que somos uma humanidade buscando uma vida melhor para todos. Na comparação final de sua pesquisa, ela relatou que os sentimentos e os objetivos tanto de brasileiros quanto dos americanos são praticamente iguais, uma das únicas diferenças notadas foi o medo que os americanos demonstram em relação à violência policial, o que não transparece no Brasil.

Ela ressaltou ainda que o sentimento de orgulho dentro dos movimentos é o mesmo. Ambos criticam o sistema social como um todo, o capitalismo, a corrupção, e afirmam a necessidade de mudança e de fortalecimento da ação cidadã.

Por Nahiene Alves

Para ler mais:

Deixe uma resposta