Nossa saúde pode ser extremamente danificada pelos agrotóxicos. Alterações hormonais, reprodutivas, danos hepáticos e renais, disfunções imunológicas, distúrbios cognitivos são alguns exemplos. E, mesmo com a pequena quantidade que consumimos em alimentos, água ou em ambientes contaminados, os efeitos podem ocorrer.

Com o intuito de constituir um debate com diversas áreas do campo científico sobre o impacto dos agrotóxicos na saúde e no ambiente, e discutir os caminhos para o enfrentamento e redução do uso no país, o Instituto Humanitas Unisinos – IHU promove o Seminário Agrotóxicos: Impactos na Saúde e no Ambiente.

Foto: doomar.blogspot.com.br

“Até mesmo do ponto de vista capitalista seria mais inteligente não utilizar agrotóxico, pois a redução maximizaria o lucro. Mas o que acontece é que a grande dificuldade do desenvolvimento do uso tecnológico dos transgênicos é de estar voltado para ‘casar’ semente com agrotóxico”, explica Fernando Carneiro em entrevista concedida ao IHU.

Desde 2008 o Brasil é o país que mais consome agrotóxicos no mundo e a utilização destes venenos agrícolas cresce ano após ano. E, para dar a devida atenção ao assunto, CarneiroKaren Friedrich e Leonardo Melgarejo serão os conferencistas do evento, que ocorrerá no dia 24 de agosto, às 9 horas. Saiba mais aqui.

Por Nahiene Alves

Para ler mais:

Deixe uma resposta