“O Ártico, que já derrete, está ameaçado pela exploração de petróleo, pesca predatória e pela guerra.”

O Greenpeace está promovendo a campanha “Salve o Ártico”, em que pede que assinem a petição para o decreto de um santuário mundial na área do polo Norte. Confira e participe!

Eu não fiquei surpresa quando descobri que a Shell está entre as finalistas do Public Eye Awards. Nada mais justo do que a empresa que mais intimidou meu lar – e também dos ursos polares, das focas e de outras espécies – ser reconhecida publicamente como uma ameaça por tentar explorar petróleo no Ártico.

O Public Eye Awards anuncia todos os anos a empresa que teve a pior atuação socioambiental escolhida por voto popular. E a Shell faz parte das sete empresas indicadas para concorrer ao prêmio por suas inúmeras tentativas – e fracassos – de explorar petróleo no Polo Norte.

Os riscos para a exploração de óleo no Ártico, um dos ecossistemas mais inóspitos, são tão elevados que seria quase impossível conter um vazamento na região. Você pode ajudar a defender meu lar, assinando e compartilhando a petição que pede a criação de um santuário global no Ártico, protegendo-o da exploração de petróleo e de outras atividades industriais.

Você também pode se juntar ao Greenpeace tornando-se um colaborador. Seu apoio é fundamental para que possamos continuar trabalhando de forma independente pelo meio ambiente.

.

.

.

.

Raposa-do-Ártico
Símbolo da campanha polar do Greenpeace

Deixe uma resposta