O presente relatório é o trabalho final após a realização do evento “Fórum de Direitos Humanos e da Terra”, como versão referente sobre os principais conflitos socioambientais do estado do Mato Grosso em suas múltiplas abrangências aos anos 2011-13.

Na publicação, são abarcados 10 capítulos subdivididos em vários gêneros: Homeopatia, biosaúde, educação, comunicação entre outros. Umas das questões mais sérias na agricultura e pecuária mato-grossense é o trabalho escravo. Neste relatório ele é mencionado a partir de conflitos socioambientais do campo. Outra questão importante e relatada nesta obra é o conflito dos agrotóxicos, a violência do campo como é o caso dos reiteiros do Araguaia e do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra.

O relatório foi criado por Inácio Werner, Michèle Sato e Roberto Rossi (Organizadores), a partir da idealização de traduzir em ações e medidas concretas formas para superar o abismo social da sociedade mato-grossense, contribuindo com as políticas públicas para atender a população excluída.

O relatório está disponível na página online, nas versões e-book e em PDF para download: http://bit.ly/1d9j97k

Deixe uma resposta