Neste espaço se entrelaçam poesia e mística. Através de orações de mestres espirituais de diferentes religiões, mergulhamos no Mistério que é a absoluta transcendência e a absoluta proximidade. Este serviço é uma iniciativa feita em parceria com o Prof. Dr. Faustino Teixeira,  teólogo, professor e pesquisador do PPG em Ciências da Religião da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Conduz-me, doce luz – John Henry Newman

Conduz-me, doce luz, pela escuridão que me cerca,
sê tu a me conduzir!
A noite é escura e estou longe de casa,
sê tu a me conduzir!
Protege meus passos, não te peço para ver
a longa distância: apenas um passo por vez
para mim já é mais que suficiente.

Não fui sempre assim,
e não rezei sempre
para que tu me conduzisses.
Eu gostava de escolher e ver o caminho;
mas agora sê tu a me conduzir.
Eu gostava do dia luminoso
e, apesar dos medos,
o orgulho guiava minha vontade:
não recordes os anos passados!

Por tanto tempo o teu poder me abençoou,
e, certamente, conduzir-me-á ainda,
para além do atoleiro e do brejo,
para além da escarpa e da força das torrentes,
até que a noite se dissipe;
e, pela manhã, sorriam rostos de anjo,
rostos que há muito tenho amado
e só por pouco tenho perdido.

Fonte: Faustino Teixeira & Volney Berkenbrock (Orgs). Sede de Deus. Petrópolis: Vozes, 2002, p. 41-42.

Cardeal John Henry Newman (Londres, 1801 – Edgbaston, 1890) foi um sacerdote anglicano inglês convertido ao catolicismo, posteriormente nomeado cardeal pelo papa Leão XIII em 1879.

Ordenado sacerdote da Igreja Anglican, tornou-se mais tarde um dos líderes do “Movimento de Oxford”. Ele considerava o anglicanismo de seu tempo excessivamente protestante e laicizado e achava o catolicismo corrompido em relação às origens do cristianismo. Por isso buscou uma “via média entre os dois” e, pesquisando sobre os inícios da Igreja Católica e do cristianismo em geral, terminou por converter-se ao catolicismo. Em 1847 foi ordenado sacerdote da Igreja Católica em Roma.

Beatificado no dia 19 de setembro de 2010 pelo Papa Bento XVI.

Deixe uma resposta