O Movimento Xingu Vivo para Sempre divulgou na segunda-feira (2) um vídeo desmentindo as informações da empresa Norte Energia, responsável pela construção da usina hidrelétrica de Belo Monte. A peça publicitária da empresa, de 15 segundo, está sendo divulgada em treze aeroportos brasileiros e afirma que “nenhuma terra indígena será alagada” com a construção da usina.

A nota é do site Amazonia.org.br, 04-05-2011.

Na versão realizada pelo Movimento, eles afirmam que “o que a Norte Energia não quer que você saiba é que se for construída a hidrelétrica vai secar 100 km do rio, acabando com a vida do Xingu. Inclusive dos índios”.

O Movimento também ressaltou, em seu site, a falta de infraestrutura no local, que deveria ser resolvida com o cumprimento das condicionantes impostas pelo Ibama. “Quem for a Altamira, no Pará, verá que não há hospitais, saneamento, segurança, nada. Quem espera luz no fim dos canais de Belo Monte, esperará no escuro, porque luz é que os 4 mil mw de energia média da usina não vão gerar”.

Assista ao vídeo do Movimento Xingu Vivo Para Sempre:

[kml_flashembed movie="http://www.youtube.com/v/_q7c6POeQV8" width="425" height="350" wmode="transparent" /]

Compare com o vídeo produzido pelo consórcio:

[kml_flashembed movie="http://www.youtube.com/v/n5pJqw2jFcs" width="425" height="350" wmode="transparent" /]

2 Respostas

  1. […] o vídeo do movimento, ao contrário do que o consórcio diz, “a hidrelétrica está sendo construída para […]

  2. Giuliano disse:

    Achei esse vídeo legal sobre o assunto no Youtube e deixo aqui para você vê:

    http://www.youtube.com/watch?v=U2pJEW8PH5o

Deixe uma resposta