O Bem-Viver é um conceito adotado por diversos povos indígenas dos países sul-americanos e, dependendo da língua em que é falado, pode ser entendido como Suma Qamanã (aimará), Sumak Kawsay (quíchua) e Teko Porã (guarani). A prática do Bem-Viver faz parte dos estudos e das pesquisas do espanhol Prof. Dr. Xavier Albó, que reside há mais de 50 anos na Bolívia e também é teólogo e antropólogo. Em entrevista concedida ao IHU, em 2014, Albó acredita que o “bem viver”, assim como o “mal viver”, pode ser manifestado no dia a dia. “Eu me animaria acrescentar, inspirado em parte em Silvia Rivera, que na vida cotidiana há muita mistura entre o viver ‘bem’ (entre todos), o viver ‘melhor’ (uns às custas dos outros, o contrário do anterior) e até francamente o viver ‘mal’ (com práticas abertamente criminosas). A metáfora e conselho bíblico de deixar crescer juntos o trigo e o joio parece inevitável, embora não saiba como se poderia fazer depois a seleção após a colheita”, declarou o professor.

Albó estará no próximo dia 27 de agosto no IHU Ideias ministrando a palestra Bem-Viver. Impactos na América Latina, onde irá debater, entre outros assuntos ligados aos povos indígenas sul-americanos, a questão do Bem-Viver. O evento, promovido pelo Instituto Humanitas UnisinosIHU, será realizado às 17h30min, na Sala Ignacio Ellacuría e Companheiros, no IHU.

Xavier Albó nasceu na Espanha, mas desde 1952 vive na Bolívia, onde se naturalizou cidadão boliviano e trabalha, principalmente, com os povos indígenas sul-americanos. Ele é graduado em Teologia pela Facultad Borja, de Barcelona, e pela Loyola Univerity, de Chicago e Doutor em Filosofia (Universidad Católica del Ecuador), Linguística e Antropologia pela Universidade de Cornell, de Nova Iorque.

No mesmo dia 27 de agosto, às 20h, Xavier Albó também estará no I Colóquio Discente de Estudos Históricos Latino-Americanos, realizado em parceria com o IHU, proferindo a conferência O Grande desafio dos indígenas nos países andinos: seus direitos sobre recursos naturais, no Auditório Maurício Berni, na Unisinos São Leopoldo. evento

A inscrição para o evento pode ser feita aqui.

Por Matheus Freitas

Para ler mais

Deixe uma resposta