Entre os temas amplamente discutidos pelo Instituto Humanitas Unisinos – IHU, ao longo dos últimos anos, estão os 50 anos do encerramento do Concílio Vaticano II. Além de edições da Revista IHU On-Line, foram divulgadas publicações sobre o assunto no sítio do IHU, entre elas, matérias, entrevistas e artigos com autores renomados.

klebercastanhar.blogspot

O Concílio Vaticano II é um Concílio Ecumênico iniciado por João XXIII, no dia 25 de janeiro de 1959. Foi um evento dialógico, convocado para examinar questões de organização da Igreja. Serviu, também, para refletir sobre assuntos relacionados a problemas pastorais e disciplinares.

Dada a relevância deste Concílio Ecumênico para o catolicismo, a equipe da Revista IHU On-Line e o grupo de trabalho do Programa Teologia Pública, produziram um Guia de Leitura no perfil do Instituto na plataforma Medium.

O Guia é composto por links relacionados ao assunto, texto e fotos. Há também, em seu repertório, importantes eventos que ocorreram nos últimos anos, promovidos pelo Instituto com o intuito de debater transdisciplinarmente os documentos e as decisões da Igreja Católica em tempos de conversação com a nova cultura que surge.

Acervo

No dia 8 de dezembro de 1965, o Concílio foi finalizado. 50 anos depois, quais temas ainda são abordados de forma presente? Essa questão é abordada no Guia e é objeto de estudo de diversos especialistas, que relacionam os documentos para discutir os ensinamentos católicos de forma atual. Um exemplo é Christoph Theobald, autoridade no assunto, o qual publicou em 2009 o livro La Réception du Concile Vatican II: Accéder à la source. Paris: du Cerf, que terá versão brasileira lançada pelo IHU.

Em memória aos 50 anos do encerramento deste evento singular, o IHU promove o Lançamento do livro A recepção do Concílio Vaticano II I. Acesso à fonte, de Christoph Theobald, publicado pela Editora Unisinos. O evento será no dia 9 de dezembro, às 17 horas, na Sala Ignacio Ellacuría e Companheiros, no IHU. O livro estará disponível para compra no local. Saiba mais aqui.

Leia mais sobre o Concílio:

Por Nahiene Alves

Deixe uma resposta