Arquivos da categoria ‘Sem categoria’

Lúcia Pedrosa de Pádua, professora de Teologia na PUC-Rio.

A subjetividade construída por Teresa de Ávila é “integral e relacional”, diz Lúcia Pedroso de Pádua, Profa. Dra. de Teologia na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUC–Rio, que ministrará a Conferência sobre Teresa de Ávila, a andarilha para tempos de peregrinação, no dia 11 de março na Sala Ignacio Ellacuría e Companheiros – IHU, Campus de São Leopoldo da UNISINOS, a partir das 19h30min.

Em entrevista concedida ao IHU, a teóloga conta que fatos a fizeram despertar a experiência mística da santa: “Teresa de Ávila é, sem dúvida, uma mulher questionada e estimulada por seu tempo. Viveu no “século de ouro” espanhol, um período de florescimento econômico, político, literário, filosófico e também espiritual. Um tempo complexo, marcado pela conquista das “Índias” e toda a sua ambiguidade”.

Teresa de Ávila (1515-1582)

Teresa de Ávila, religiosa e escritora espanhola proclamada Doutora da Igreja pelo Papa Paulo VI, também foi tema da edição 460 da Revista IHU On-Line sob o título A mística nupcial. Teresa de Ávila e Thomas Merton, dois centenários.

A edição foi realizada em comemoração aos 500 anos do nascimento de Teresa de Ávila (1515 – 1582) e do centenário de Thomas Merton (1915 – 1968), duas grandes referências da mística cristã reconhecidos pela busca da interioridade e pelo amor a Deus e ao próximo.

A conferência faz parte da Programação de Páscoa, anualmente promovida pelo Instituto Humanitas Unisinos – IHU.

As atividades que serão realizadas entre os dias 11 e 26 de março, contam com: conferências e debates sobre teologia e mística na contemporaneidade; debate sobre religião, política, ética, mística e transcendência no cinema, numa abordagem crítica sobre estética e linguagem fílmica em alguns filmes recentes; audições comentadas de música clássica e latino-americana.

Acesse o site e realize a sua inscrição.

 

Para ler mais …

Neste espaço se entrelaçam poesia e mística. Através de orações de mestres espirituais de diferentes religiões, mergulhamos no Mistério que é a absoluta transcendência e a absoluta proximidade. Este serviço é uma iniciativa feita em parceria com o Prof. Dr. Faustino Teixeira,   teólogo, professor e pesquisador do PPG em Ciências da Religião da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Stadnicki 

Dessa vida não quero muito…
Não sou de “meus”… a possessividade me olha torto, não temos boa relação…
Meu mesmo, só esse desejo sem fim de viver.
E de fazer algum sentido esse estar vivo.
Esse arregalar de olho toda manhã,
esse se pintar de sol que rasga tudo…
Minha mesmo, só essa constante intranquilidade…
Que assusta os incautos que me pensam plena.
Meu mesmo, só esse desaforado incomodar-se.
Que me é companhia sempre certa…
Fiel agonia…
Quase irmã.
Estorvo que é benção,
Tortura que lapida.
Minha sina…Meu precioso bem.

Stadnicki.

O Centro Jesuíta de Cidadania e Ação Social (CJCIAS/CEPAT) está promovendo um debate sobre as “Lutas Populares no Paraná”, dividido em oito encontros cada um com uma pauta a ser debatida no decorrer desse ano, em Curitiba.

O assunto, segundo o CEPAT, “é uma lacuna sentida por todos nós que nascemos ou escolhemos este estado para viver e que nos indignamos com as suas desigualdades e cerceamento de direitos. É da experiência de luta popular que nasce a esperança e a coragem para transformar a realidade atual”.

Um dos objetivos do projeto é apresentar uma leitura alternativa da história, considerando a memória daqueles que resistiram à opressão, que lutaram e se engajaram em causas comuns, contrárias aos interesses dos muito ricos, desde o processo de formação política, econômica e social do que viria ser o Paraná.

Os encontros serão nos últimos sábados do mês, de março a novembro deste ano, das 8h às 18h, com exceção do mês de julho, que não haverá reunião.

O curso faz parte do Programa de Formação Político-Cidadã e será realizado em parceria com o Centro de Formação Milton Santos – Lorenzo Milani e o apoio do Instituto Humanitas Unisinos – IHU.

Mais informações no flyer abaixo.

Vídeo preparado pelo colega Renato Machado, teólogo, apresenta uma breve retrospectiva do que foi o intenso ano de 2014 para o Instituto Humanitas Unisinos – IHU. Para assistir o vídeo basta clicar na imagem abaixo.

Engenheiros sem Fronteiras Núcleo Unisinos é um grupo de estudantes e profissionais envolvidos com a Escola Politécnica da Universidade que, a partir de ações derivadas do conhecimento adquirido em suas áreas, tem o objetivo de melhorar a comunidade que os rodeia.

O Núcleo é o primeiro da região Sul e tem como local de encontro o Instituto Humanitas Unisinos – IHU.

Jeferson Böes, graduando em Engenharia Civil explica em que consiste a criação de um Núcleo dos Engenheiros sem Fronteira.

Confira o vídeo da entrevista clicando na imagem abaixo:

Você pode ainda conhecer as áreas de atuação do grupo clicando aqui, e entrar em contato pela página oficial do Facebook ou pelo email unisinos@esf-brasil.org.