Arquivos da categoria ‘Revista IHU On-Line’

“Por que a pedofilia se tornou o alvo de nossa repugnância ao sexual, em plena revolução do “é proibido proibir”, “faça amor, não faça a guerra” etc.?”, pergunta Mario Fleig, psicanalista e filósofo. Seria o último interdito que resta em nossa sociedade?, questiona R. Chemama, psicanalista francês.

Para discutir o tema, difícil e complexo, a IHU On-Line convidou e aceitaram o desafio, além do supracitado, professor na Unisinos, o psicanalista Sócrates Nolasco, professor na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o psicanalista libanês, radicado na França, Nazir Hamad, da Association Freudienne Internationnale (AFI), o psicanalista francês Roland Chemama, organizador, juntamente com Bernard Vandermersch, do Dicionário de Psicanálise (São Leopoldo: Unisinos, 2007), o jornalista francês Philippe Di Folco, organizador do Dictionnaire de la pornographie (Paris: PUF, 2005) e o historiador Thomas Lacqueur, professor na Universidade de Berkeley, EUA.

Além da pedofilia, as Notícias do Dia, publicadas diariamente no sítio do Instituto Humanitas Unisinos – IHU, têm dedicado, há muito tempo, um amplo espaço ao debate do projeto da Usina Hidrelétrica de Belo Monte. Telma Monteiro, coordenadora de Energia e Infraestrutura Amazônia da Associação de Defesa Etnoambiental Kanindé, e Roberto Smeraldi, ambientalista, comentam o leilão realizado na semana passada.

No dia 4 de maio inicia o Ciclo de Estudos Filosofias da Diferença – Pré-evento do XI Simpósio Internacional IHU: O (des)governo biopolítico da vida humana. O ciclo inicia com a conferência do Prof. Dr. Mario Fleig intitulada Freud e o inconsciente. Sobre o tema veja a entrevista com Charles Elias Lang, professor e pesquisador no Curso de Psicologia da Universidade Federal de Alagoas – UFAL.

Completa a edição o artigo do jornalista Luciano Correia dos Santos, da Universidade Federal do Segipe, discutindo um padrão de qualidade na televisão.

A versão eletrônica da revista IHU On-Line estará disponível, nesta página, hoje, a partir das 16h.

A versão impressa circulará amanhã, terça-feira, no câmpus da Unisinos, a partir das 8h.

A todas e todos uma ótima leitura e uma excelente semana!

“Na atualidade, os movimentos sociais são distintos dos ocorridos do final da década de 1970 e parte dos anos 1980”, constata a socióloga Maria da Glória Gohn. Analisar as transformações que marcaram os movimentos sociais na última década, as limitações e desafios desses atores sociais é o tema que inspira o tema de capa da revista IHU On-Line desta semana.

Contribuem para este debate, além da pesquisadora citada, sociólogos, militantes sociais e cientistas políticos, como Rudá Ricci, professor da PUC-Minas, Sílvio Caccia Bava, coordenador geral do Instituto Polis, Ivo Lesbaupin, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, Marcus Abílio Gomes Pereira, professor da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG e Ivo Poletto, assessor de pastorais e movimentos sociais.

Completam esta edição as entrevistas com José Ternes, filósofo e professor da Pontifícia Universidade Católica de Goiás, sobre a sociedade panóptica e o sujeito histórico a partir de Foucault e com botânico Paulo Brack, representante do Instituto Gaúcho de Estudos Ambientais – Ingá, no Conselho Estadual do Meio Ambiente do RS – Consema-RS, sobre a biodiversidade gaúcha. A primeira entrevista é mais um subsídio para o XI Simpósio Internacional IHU: O (des)governo biopolítico da vida humana, a ser realizado de 13 a 16 de setembro de 2010, e que será precedido por uma série de pré-eventos, dentre os quais destacamos o Ciclo de Estudos Filosofias da Diferença, que inicia no dia 26 de maio de 2010. A segunda entrevista continua o debate iniciado na edição da IHU On-Line da semana passada sobre a biodiversidade.

Completa esta edição o calendário dos próximos eventos promovidos pelo Instituto Humanitas Unisinos – IHU. Destacamos a conferência inicial do Ciclo de Palestras: Perspectivas socioambientais e econômicas do Brasil 2010 – 2015. Limites e Possibilidades, que será proferida, na próxima segunda-feira, dia 26 de abril, por Márcio Pochmann, presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – Ipea.

A versão eletrônica da revista IHU On-Line, inclusive para folhear, estará disponível nesta segunda-feira, a partir das 17h.

A versão impressa circulará no câmpus da Unisinos, na terça-feira, a partir das 8h.

A todas e todos um bom feriado, uma ótima leitura e uma excelente semana!

A Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) declarou que 2010 é o ano da biodiversidade. No atual contexto, em que um número crescente de espécies estão ameaçadas de extinção pela perda de habitat, pela caça e pelas mudanças climáticas, os esforços de conservação são cada vez mais urgentes e necessários. E o Brasil é o primeiro país em biodiversidade do mundo. Ele é ‘megadiverso’, afirma Roberto Gomes de Souza Berlinck, professor no Instituto de Química de São Carlos (IQSC) da Universidade de São Paulo (USP), pois “possui entre 15% e 25% de toda a biodiversidade da Terra. É um dos poucos países que ainda possui uma biodiversidade tão extensa, boa parte ainda desconhecida”.

Na discussão do tema de capa da IHU On-Line desta semana, participam, além do professor supracitado, o professor Carlos Joly, da Unicamp; a diretora-geral da União Internacional pela Conservação da Natureza (UICN), Julia Marton-Lefèvre; a jornalista Lilian Dreyer; o editor do Boletim Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais, Ricardo Carrere; a pesquisadora Silvia Ribeiro, do grupo ETC, com sede no México e o agrônomo Gilberto Bevilaqua, pesquisador da Embrapa Clima Temperado.

Nesta edição também são discutidos outros temas, como, a nova política de drogas para o Brasil, assunto que será discutido no evento, promovido pelo Instituto Humanitas Unisinos – IHU em parceria com o Centro Acadêmico dos Estudantes de Direito – CAED, da Unisinos, no dia 13, terça-feira. Marcelo Mayora, advogado criminalista, é o conferencista entrevistado.

Preparando o XI Simpósio Internacional IHU: O (des)governo biopolítico da vida humana, a ser realizado nos dias 13 a 16 de setembro, o filósofo César Candiotto, professor na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), fala sobre Foucault e a governamentalidade biopolítica.

Por sua vez no dia 22 de abril, será lançado o XII Simpósio Internacional IHU – A Experiência Missioneira: território, cultura e identidade, a ser realizado de 25 a 28 de outubro, com a conferência “As sociedades indígenas e a economia do dom: o caso dos guarani” a ser proferida pela historiadora Maria Cristina Bohn Martins, da Unisinos.

“A finalidade educativa e a responsabilidade social da televisão” é o título do artigo de Nadia Helena Schneider, membro do Grupo de Pesquisa CEPOS.

Completam a edição duas entrevistas. Uma com a poetisa Maria Carpi sobre seu livro Abraão e a Encarnação do Verbo que será lançado, na Unisinos, na próxima quinta-feira, no IHU Idéias, às 17h30min. “Sou filha de Abraão e da Encarnação do Verbo”, testemunha a poetisa gaúcha. E outra, mais longa, com Cesare Giraudo, jesuíta italiano, considerado um dos mais maiores especialistas em liturgia da atualidade, e que esteve recentemente, a convite do Instituto Humanitas Unisinos – IHU, ministrando um curso sobre Eucaristia e vida.

A revista IHU On-Line estará disponível, nesta segunda-feira, nesta página, a partir das 16h.

A versão impressa circulará, no câmpus da Unisinos, nesta terça-feira, a partir das 8h.

A todas e todos uma ótima leitura e uma excelente semana!

As conexões entre o Mal e a vingança, o perdão e a memória são o tema que instiga a IHU On-Line da edição desta semana. A memória da paixão e morte de Jesus e sua ressurreição, que atualizamos nesta semana de Páscoa, além da leitura atenta da realidade de hoje, expressa, também, na filmografia mais recente, fez com que convidássemos alguns especialistas para discutir este tema, atual e complexo.

O psicanalista argentino Alfredo Jerusalinsky responde às “Doze perguntas sobre o inferno”, como ele próprio se referiu ao conceder entrevista à IHU On-Line. O também psicanalista Abrão Slavutzky debate o dever da memória em relação ao Holocausto. Já o antropólogo Julio Melatti analisa a vingança nas culturas indígenas, enquanto o filósofo Rodrigo Dantas (UnB) sugere a necessidade de uma reinvenção da vida, para além da vingança e do perdão. A vingança, a justiça e o gozo do Outro são o objeto de reflexão da psicanalista Noêmia Crespo (UFES).

O Prof. Dr. Pedro Gilberto Gomes, SJ, concede uma entrevista, aprofundando o tema que irá debater no IHU Ideias do dia 8-4-2010, quando discute Espiritualidade via Internet: desafios e perspectivas.

Adam Smith: filósofo e economista é o assunto de mais uma edição do Ciclo em EAD Repensando os Clássicos da Economia que inicia no dia 5 de abril. Os professores de economia Fernando Lara e Achyles Barcelos da Costa, da Unisinos, comentam, rapidamente, a importância do ‘pai’ da economia clássica.

Neusa Barbosa, jornalista e crítica de cinema, reflete sobre o Decálogo de Kieslowski, em exibição e debate no Instituto Humanitas Unisinos – IHU, nesta e na próxima semana.

Na Coluna do Cepos, Anto J. Benítez, Universidad Carlos III de Madri, Espanha, discorre sobre a tecnologia para libertar a comunicação coletiva.

Waldecy Tenório, professor da PUC-SP, que recentemente esteve na Unisinos, a convite do Instituto Humanitas Unisinos – IHU, e proferiu a aula inaugural do Curso de Letras, narra a sua trajetória de vida e da sua caminhada intelectual perscrutando a literatura e a poesia brasileira e universal.

Uma entrevista com dois dos três autores da obra A casa da teologia: introdução ecumênica à ciência da fé, Paulo Roberto Gomes e Afonso Murad, completa a edição.

Informamos que na próxima semana a IHU On-Line não circulará. A revista volta a circular, normalmente, no dia 12 de abril.

A versão eletrônica da IHU On-Line desta semana estará disponível, nesta segunda-feira, nesta página, a partir das 17h.

A versão impressa circulará, nesta terça-feira, no câmpus da Unisinos, a partir das 8h.

A todas e todos uma ótima leitura, uma excelente semana e uma Feliz Páscoa!

Depois de um longo período de privatização do capital brasileiro, o Brasil vive hoje uma realidade diferente: a constituição de gigantes nacionais privados e mistos. Esses novos grupos econômicos surgem com amplo apoio do Estado e do BNDES. Assiste-se, diante disso, a uma reorganização do capitalismo brasileiro. Quais as características desse processo? Que Brasil se configura a partir do novo cenário econômico? De que maneira o Estado deve conduzir a política econômica no país? Como essa reconfiguração reflete na sociedade brasileira?

Para discutir algumas dessas questões, a IHU On-Line da próxima semana conversou com especialistas da área. Na lista estão o sociólogo Francisco de Oliveira e Luiz Werneck Vianna, além dos economistas Ladislau Dowbor, Carlos Lessa, Waldir Quadros, o presidente do IPEA, Marcio Pochmann, e os jornalistas Bernardo Kucinski e Luis Nassif. A versão eletrônica estará no ar na tarde de segunda-feira, 22-3-2010 e a edição impressa circula na manhã do dia seguinte.

O tema já foi abordado em uma das análises de conjuntura da semana, elaborada pelo IHU e os colegas do Cepat. Confira.