Arquivos da categoria ‘Revista IHU On-Line’


Segundo as estatísticas do último Censo de 2000, o espiritismo figura como a terceira religião brasileira (e o quarto agrupamento em termos de crença) atrás dos católicos com 73,8%, dos evangélicos com 15,45% e dos “sem religião” com 7,3%. Situando-se bem mais abaixo desta faixa mais representativa das adesões religiosas, ele conta com 2,3 milhões de adeptos, representando 1,4% da população.

Por outro lado, impressiona a ampla aceitação de filmes, livros e novelas que abordam temas espíritas.

A IHU On-Line desta semana debate este fenômeno social e religioso do cenário brasileiro.

Contribuem no debate do tema, o antropólogo Marcelo Camurça, docente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Religião da Universidade Federal de Juiz de Fora, o professor Artur Cesar Isaia, da Universidade Federal de Santa Catarina, a antropóloga Maria Laura Viveiros de Castro, professora na Universidade Federal do Rio de Janeiro, Sandra Stoll, professora na da Universidade de São Paulo, o teólogo Luiz Carlos Susin, professor na PUCRS e o jornalista André Trigueiro, professor do curso de Jornalismo Ambiental da PUC-Rio.

Agradecemos a importante contribuição de Faustino Teixeira, professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Religião da Universidade Federal de Juiz de Fora – UFJF, e sempre grande parceiro do Instituto Humanitas Unisinos – IHU, na inspiração e elaboração da pauta desta edição.

Na edição desta semana publicamos também uma entrevista com professora Cecília MacDowell, da Universidade de São Francisco, Califórnia, EUA, sobre os direitos humanos e as relações de poder; e outra entrevista com Graciela Chamorro sobre a língua guarani. O físico Paulo Mors analisa o legado do matemático polonês Benoit Mandelbrot, falecido no dia 14 de outubro de 2010.

Completa a edição o artigo “Ciência e práticas de pesquisa na contemporaneidade” de Andres Kalikoske, mestre e doutorando em Ciências da Comunicação na Unisinos.

A versão eletrônica da revista IHU On-Line estará disponível, nesta página, em PDF, HTML e “versão para folhear“, nesta segunda-feira, a partir das 17h.

A versão impressa circulará, no câmpus da Unisinos, na quarta-feira, a partir das 8h.

A todas e a todos uma ótima leitura, um bom feriado e uma excelente semana!


Nesta semana, de 25 a 28, realiza-se o XII Simpósio Internacional IHU – A experiência missioneira: território, cultura e identidade, promovido pelo Instituto Humanitas Unisinos – IHU, em parceria com o PPG em História, da Unisinos. A revista IHU On-Line desta semana debate esta a experiência missioneira, por ocasião dos 400 anos da fundação das primeiras reduções da Província da Companhia de Jesus do Paraguai.

A experiência dos Trinta Povos das Missões, descrita por Voltaire como “le triomphe de l’humanité”, formou um país que durou muito mais do que muitas nações modernas (aproximadamente 160 anos, até a expulsão dos jesuítas, em 1768), e legaram ao território brasileiro, por meio de tratados entre Espanha e Portugal, sete desses povos, como recorda Ana Lúcia Goelzer Meira, nesta edição.

Contribuem no debate da experiência missioneira, Guillermo Wilde, doutor em Antropologia Sociocultural e professor na Universidad Nacional de San Martín – UNSAM, na Argentina; Adone Agnolin, filósofo e professor da Universidade de São Paulo – USP; Bartomeu Melià, pesquisador do Centro de Estudos Paraguaios Antonio Guasch e do Instituto de Estudos Humanísticos e Filosóficos, Argentina; Thais Luiza Colaço, historiadora e professora da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC; Paula Montero, professora da Universidade da USP; Giovani José da Silva, historiador e professor da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul – UFMS; Karl-Heinz Arenz, teólogo e professor da Universidade Federal do Pará; Alessandro Zir, doutor em Interdisciplinaridade pela Universidade Dalhousie; Ernesto Maeder, membro do Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas – Conicet, da Argentina, e da Academia Nacional da História; Ana Lúcia Goelzer Meira, arquiteta e professora da Unisinos; e Fernando Torres Londoño, filósofo e professor da USP.

Um artigo de Martinho Lenz, secretário executivo da Conferência dos Provinciais Jesuítas da América Latina (CPAL), celebrando os 500 anos de nascimento de Fracisco de Borja, nome de uma das reduções jesuítico-guarani, complementa o debate.

Na última semana as Notícias do Dia, atualizadas diariamente, de segunda a segunda, na página eletrônica do IHU, além da discussão dos resultados do recente pleito eleitoral, destacaram, igualmente, a assim chamada ‘guerra cambial’. O seu significado e as suas implicações são discutidas nesta edição pelos economistas José Luís Oreiro, da Universidade de Brasília – UnB e Guilherme Delgado, economista que atuou por mais de 30 anos no IPEA.

Por ocasião do falecimento recente de Claude Lefort, a sua vida e obra é recordada pela Profa. Dra. Olgária Matos, da USP.

A versão eletrônica da revista IHU On-Line, em PDF, HTML e ‘versão para folhear‘, estará disponível, nesta página, nesta segunda-feira, a partir das 18h.

A versão impressa circulará, no câmpus da Unisinos, na terça-feira, a partir das 8h.

A todas e todos um bom evento, uma ótima leitura e uma excelente semana!


Há 400 anos faleceu Matteo Ricci, italiano de Macerata, que lançou uma ponte do Ocidente com a China.

Pouco conhecido no Brasil, a vida e a obra deste jesuíta foi motivo de incontáveis eventos realizados em várias partes do mundo, especialmente na Europa e na Ásia.

A IHU On-Line desta semana, na vigília da celebração de outro quarto centenário, o das Reduções Jesuítas na América do Sul, entrevistou pesquisadores especializados nos estudos da obra de Ricci.

De acordo com o historiador italiano Eugenio Menegon, Boston University, EUA, Ricci promoveu um verdadeiro encontro entre Oriente e Ocidente, respeitando os pressupostos chineses e contestando outros, europeus. Gianni Criveller, italiano radicado em  Hong Kong, analisa o legado de Ricci na busca da relação entre fé e ciência e do diálogo inter-religioso.

O teólogo e filósofo italiano Filippo Mignini lança a hipótese de Ricci como um precursor da globalização, tendo em vista sua perspectiva missionária “universal e universalizante”. O belga Nicolas Standaert contribui com um artigo no qual analisa como os chineses e sua cultura modelaram Matteo Ricci.

Para o advogado chinês Qian Xiangyang, estudioso do pensamento de Ricci, sua missão teve sucesso no Império do Meio porque não subestimou o país e sua cultura, e pautou-se pela amizade e não violência.

Complementando o debate, o brasileiro Roberto Mesquita Ribeiro, diretor do Centro de Estudos Chineses da Companhia de Jesus em Pequim, observa que as contribuições de Ricci à ciência e sua atenção à amizade são heranças fundamentais para a Igreja em nossos dias.

Completam esta edição duas outras entrevistas e dois artigos.

Um discurso teológico que dá razão à esperança é o tema do teólogo sueco e luterano Olle Kristenson, refletindo sobre a contribuição da obra de  Gustavo Gutierrez quase 40 anos depois do lançamento da sua obra Teologia da Libertação. Perspectivas.

A relação mídia/eleições/religião é analisada por Antônio Fausto Neto, professor do PPG em Comunicação da Unisinos.

Por sua vez, a mestranda em Comunicação Ana Maria Oliveira Rosa escreve o artigo Padrão nipo-brasileiro de TV digital: expansão e incertezas e Castor Ruiz, professor e pesquisador do PPG em Filosofia da Unisinos, comenta o livro Direito à justiça, memória e reparação: a condição humana nos estados de exceção.

A versão eletrônica da IHU On-Line estará disponível, nesta página, a partir das 18h desta segunda-feira, nas versões html, pdf e ‘versão para folhear’.

A versão impressa circulará no câmpus da Unisinos, a partir das 8h, desta terça-feira.

A todas e todos uma ótima leitura e uma excelente semana!

Um Tempo para a Criação

Em 4 outubro, 2010 Comentar

O tema central da edição desta semana da revista IHU On-Line, precisamente na data em que se celebra a vida e a obra de Francisco de Assis, é inspirado pelas campanhas 10:10 Global e 10:10:10, duas mobilizações de escala global que incentivam ações locais, simples e concretas por parte de indivíduos e organizações para reduzir sua pegada ecológica pessoal e comunitária. A elas soma-se a iniciativa do Conselho Mundial das Igrejas – CMI – de propor um período ecumênico de oração pela Criação e de promoção de estilos de vida sustentáveis.

Assim, a revista IHU On-Line, retoma, sob novos olhares e outros saberes, o tema desafio ecológico.

Participam do debate, Washington Novaes e André Trigueiro, jornalistas especializados em assuntos ambientais, Genebaldo Freire Dias, doutor em ecologia, professor da Universidade Católica de Brasília,  Haroldo Reimer, teólogo, professor da Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Anne Primavesi, teóloga inglesa, membro do Centro de Estudos Interdisciplinares da Religião, do Birkbeck College, da Universidade de Londres, Nancy Cardoso Pereira, teóloga, coordenadora do Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade Severino Sombra – USS, do Rio de Janeiro, Peter Pavlovic, padre anglicano, secretário da European Christian Environmental Network – ECEN, John Gibaut, padre anglicano, Maike Gorsboth, coordenadora da Ecumenical Water Network do Conselho Mundial das Igrejas – CMI e Guillermo Kerber, teólogo, diretor do programa de Mudanças Climáticas do Conselho Mundial de Igrejas – CMI.

Completam a edição três entrevistas e um artigo.

Ladislau Dowbor, economista, professor da PUC-SP, e que estará na Unisinos, nesta terça-feira, dia 5, numa promoção do IHU, analisa as perspectivas sócio-econômicas e ambientais do Brasil nos próximos cinco anos, tema da sua conferência, Egon Heck, coordenador do Conselho Indigenista Missionário – CIMI no Mato Grosso do Sul, descreve as lutas do povo guarani, tema da sua conferência, nesta quinta-feira, dia 7, no IHU e Wilson Engelmann, professor e pesquisador no PPG em Direito da Unisinos, expõe os temas a serem trabalhados no seminário Nanotecnologias: um desafio para o século XXI, que acontece entre 18 e 21 de outubro, na Unisinos.

Por sua vez, Augusto de Sá Oliveira, Professor do curso de Comunicação Social da Faculdade 2 de Julho – F2J e atualmente estudando na Universidade de Strasbourg, na França, descreve como a morte de Claude Chabrol foi narrada por jornais franceses e brasileiros.

De forma simbólica, mas também concreta, a revista IHU On-Line optou por publicar esta edição apenas no formato digital. Desta maneira, nos parece, deixamos de contribuir para o aumento da pegada ecológica implicada na impressão, no consumo de papel e no transporte de sua distribuição.

A versão eletrônica da revista estará disponível, nesta segunda-feira, em HTML, pdf e ‘versão para folhear’, a partir das 18h.

Na próxima semana, devido ao feriadão, a revista IHU On-Line não circulará.

A todas e todos uma boa semana e uma ótima leitura!

Um Tempo para a Criação

Em 4 outubro, 2010 Comentar

O tema central da edição desta semana da revista IHU On-Line, precisamente na data em que se celebra a vida e a obra de Francisco de Assis, é inspirado pelas campanhas 10:10 Global e 10:10:10, duas mobilizações de escala global que incentivam ações locais, simples e concretas por parte de indivíduos e organizações para reduzir sua pegada ecológica pessoal e comunitária. A elas soma-se a iniciativa do Conselho Mundial das Igrejas – CMI – de propor um período ecumênico de oração pela Criação e de promoção de estilos de vida sustentáveis.

Assim, a revista IHU On-Line, retoma, sob novos olhares e outros saberes, o tema desafio ecológico.

Participam do debate, Washington Novaes e André Trigueiro, jornalistas especializados em assuntos ambientais, Genebaldo Freire Dias, doutor em ecologia, professor da Universidade Católica de Brasília,  Haroldo Reimer, teólogo, professor da Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Anne Primavesi, teóloga inglesa, membro do Centro de Estudos Interdisciplinares da Religião, do Birkbeck College, da Universidade de Londres, Nancy Cardoso Pereira, teóloga, coordenadora do Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade Severino Sombra – USS, do Rio de Janeiro, Peter Pavlovic, padre anglicano, secretário da European Christian Environmental Network – ECEN, John Gibaut, padre anglicano, Maike Gorsboth, coordenadora da Ecumenical Water Network do Conselho Mundial das Igrejas – CMI e Guillermo Kerber, teólogo, diretor do programa de Mudanças Climáticas do Conselho Mundial de Igrejas – CMI.

Completam a edição três entrevistas e um artigo.

Ladislau Dowbor, economista, professor da PUC-SP, e que estará na Unisinos, nesta terça-feira, dia 5, numa promoção do IHU, analisa as perspectivas sócio-econômicas e ambientais do Brasil nos próximos cinco anos, tema da sua conferência, Egon Heck, coordenador do Conselho Indigenista Missionário – CIMI no Mato Grosso do Sul, descreve as lutas do povo guarani, tema da sua conferência, nesta quinta-feira, dia 7, no IHU e Wilson Engelmann, professor e pesquisador no PPG em Direito da Unisinos, expõe os temas a serem trabalhados no seminário Nanotecnologias: um desafio para o século XXI, que acontece entre 18 e 21 de outubro, na Unisinos.

Por sua vez, Augusto de Sá Oliveira, Professor do curso de Comunicação Social da Faculdade 2 de Julho – F2J e atualmente estudando na Universidade de Strasbourg, na França, descreve como a morte de Claude Chabrol foi narrada por jornais franceses e brasileiros.

De forma simbólica, mas também concreta, a revista IHU On-Line optou por publicar esta edição apenas no formato digital. Desta maneira, nos parece, deixamos de contribuir para o aumento da pegada ecológica implicada na impressão, no consumo de papel e no transporte de sua distribuição.

A versão eletrônica da revista estará disponível, nesta segunda-feira, em HTML, pdf e ‘versão para folhear’, a partir das 18h.

Na próxima semana, devido ao feriadão, a revista IHU On-Line não circulará.

A todas e todos uma boa semana e uma ótima leitura!