Arquivos da categoria ‘Dica de leitura’

A dica de leitura de hoje é do professor e parceiro do Instituto Humanitas Unisinos – IHU Rodrigo Coppe Caldeira. Graduado em História pela PUC Minas, onde é atualmente professor, ele realizou mestrado e doutorado em Ciências da Religião pela Universidade Federal de Juiz de Fora.

.
O concílio Vaticano II aconteceu há 50 anos e nele foi abordado os mais diversos temas como “o que é a Igreja, o que a Igreja faz e as relações da Igreja com o mundo”, como informa matéria publicada no sítio do IHU nesse ano.
.
Confira a dica:
.
“Nestes quase cinquenta anos de início do Concilio Vaticano II, cresce e aprofunda-se a discussão em torno dos seus significados, fato transparecido nos debates em torno da procura de adequada interpretação dos documentos promulgados. Neste início de século, estes debates foram perpassados por um novo vigor, especialmente pela elevação de Joseph Ratzinger ao sólio papal, deixando claro, desde seus primeiros discursos, que a recepção do Vaticano II seria uma das preocupações centrais de seu papado. De fato, o está sendo, já que, além da presença do tema em inúmeros de seus discursos, seu movimento em vista de finalizar o cisma pós-conciliar iniciado pela radicalização de Marcel Lefebvre e Antônio de Castro Mayer pisa no terreno da hermenêutica do concílio. Alguns analistas vêem a situação atual como uma verdadeira ‘batalha’. É o caso da obra publicada nos Estados Unidos da América pelo ítalo-norte-americano Massimo Faggioli intitulada Vatican II: the battle for meaning. Faggioli busca, em seis capítulos, apresentar o ponto em que nos encontramos nesta “quaestio disputata”, tentando demonstrar as forças em jogo, reconstruindo, mesmo que brevemente, os principais momentos e desafios da recepção conciliar. Certamente, refletir sobre o catolicismo atual sem referenciar a realidade do Vaticano II seria incorrer em erro. Como Faggioli afirma, ‘the best way to reflect on the state of catholicism in the twenty-first-century global world is to regain possession of the event that shaped the Church in a way that is comparable only to the impact of the Council of Trent on European catholicism’* (p. 2). Desta forma, sua obra oferece uma leitura e análise sobre a situação do catolicismo contemporâneo mundial, inserindo-o no contexto da recepção conciliar. Para os estudiosos do tema, livro indispensável e provocador.”
.
*A melhor maneira de se refletir sobre o estado em que se encontra o catolicismo no mundo globalizado do século XXI é reapossar-se daquele acontecimento que moldou a Igreja de um modo que só pode ser comparado com o impacto que o Concílio de Trento teve sobre o catolicismo europeu. (Tradução de Vilson Scholz)
.
Para ler mais:

Recentemente, foi lançado e divulgado pelo blog do IHU o livro (imagem à direita) “O (Des)governo Biopolítico da Vida Humana”, obra resultante do XI Simpósio Internacional do IHU, realizado dos dias 13 a 16 de setembro do ano passado. O debate transdisciplinar que ocorreu teve como objetivo debater sobre a vida humana como objeto do poder e recurso útil nas estratégias biopolíticas das sociedades contemporâneas. O livro foi organizado por Inácio Neutzling e Castor Ruiz e contém textos dos conferencistas do evento realizado no ano anterior.

Outro fruto do Simpósio está agora disponível para download no sítio do Instituto Humanitas Unisinos- IHU. Trata-se de um material digital (imagem à esquerda) que apresenta textos dos minicursos, materiais produtos de comunicações científicas e pôsteres dos participantes inscritos. Diferentemente do livro, esse conteúdo foi selecionado por vários organizadores, contendo uma complementação do que se tem no livro.
.
Essa é mais uma oportunidade de ampliar os debates realizados para além do evento, partilhando com o público o conhecimento construído durante os
dias de simpósio. Aproveite!

Confira a sugestão de leitura enviada por Rodrigo Coppe Caldeira, professor da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

GIRARD, René; VATTIMO, Gianni. Cristianismo e relativismo. Verdade ou fé frágil? Aparecida: Santuário, 2010, 119 páginas.

“A discussão em torno das relações entre o cristianismo e a modernidade é de fundamental importância para aqueles que visam compreender e analisar as transformações no campo religioso, quer brasileiro, quer global. Dessa forma, a obra que indico como um dos últimos lançamentos no Brasil sobre esta importante questão é a que traz o debate realizado entre Gianni Vattimo e René Girard no Congresso Identidades e desejo que aconteceu na cidade de Falconara Marittima, em 2006, dirigido por Pierpaolo Antonello e Giuseppe Fornari.

Vale a pena a leitura, já que a base teórica e hermenêutica da que partem os dois pensadores – mesmo assinalados por inúmeras diferenças de compreensão do fenômeno – é a mesma, qual seja, a idéia de que o -cristianismo não é uma ‘religião’ em sentido próprio, mas o princípio de destruição de todos os cultos arcaicos.

Agrotóxicos no Brasil

Em 10 outubro, 2011 Comentar

O lançamento do livro “Agrotóxicos no Brasil – um guia para ação em defesa da vida”, que ocorreu no dia 28 do mês de setembro e foi divulgado pelo blog do Instituto Humanitas Unisinos- IHU, agora conta com uma novidade: está disponível em pdf aqui.
.
“Trata-se de um material de consulta, onde o leitor encontrará informações relevantes sobre a legislação de agrotóxicos – para com elas mobilizar ações no sentido de exigir seu cumprimento; sobre os programas de monitoramento de resíduos de venenos nos alimentos; sobre como identificar, encaminhar, notificar e prevenir casos de intoxicação; e sobre os processos de reavaliação toxicológica dos agrotóxicos autorizados no Brasil”, diz Flavia Londres (foto) sobre sua obra, em entrevista à IHU On-Line.
.
Um conteúdo interessante de fácil acesso. Aproveite!

O uso descontrolado de agrotóxicos no Brasil tem crescido muito aceleradamente nos últimos anos, afetando agricultores familiares, populações rurais e consumidores. Mas técnicos de assessoria rural, lideranças dos movimentos sociais, profissionais à frente de programas de educação ou de ações comunitárias de promoção da saúde têm ainda uma grande carência de informações abrangentes e sistematizadas capazes de orientar na prática as ações de enfrentamento.

O livro Agrotóxicos no Brasil – um guia para ação em defesa da vida, de autoria de Flavia Londres, traz informações importantes sobre a legislação, programas de monitoramento de resíduos em alimentos, como identificar, encaminhar, notificar e prevenir casos de intoxicação, processos de reavaliação toxicológica dos agrotóxicos autorizados no Brasil, entre outras. Essas informações são acompanhadas de orientações objetivas visando subsidiar ações práticas de combate às irregularidades, de melhoria dos mecanismos de controle e de resistência a este modelo de agricultura que envenena os campos, as cidades, a água, o ar e as pessoas.

O lançamento do livro ocorrerá no dia 28 de setembro, às 18h30min, em Salvador – BA, durante o Encontro Nacional de Diálogo e Convergências (Av. Amaralina, 111 – Hotel Vilamar). Sua publicação é uma promoção da Articulação Nacional de Agroecologia (ANA) e da Rede Brasileira de Justiça Ambiental (RBJA).

A mesa de lançamento contará ainda com a participação de Luiz Cláudio Meirelles – Gerente Geral de Toxicologia da Anvisa, Dr. Pedro Serafim – procurador do Ministério Público do Trabalho e Coordenador do Fórum Nacional de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos, Fernando Carneiro – professor da UnB e membro da Associação Brasileira de Pós-graduação em Saúde Coletiva-ABRASCO – e Raquel Rigotto – professora da UFC e Coordenadora do Núcleo Tramas – Trabalho, Meio Ambiente e Saúde.

Em breve o livro estará disponível  no site da AS-PTA – Agricultura Familiar e Agroecologia!